Relatório Integrado 2018 - Entre os 10 melhores do mundo pelo terceiro ano consecutivo

O Conselho Empresarial Mundial para o Desenvolvimento Sustentável (WBSCD, na sigla em inglês) divulgou a lista dos melhores relatórios anuais e de sustentabilidade em todo o mundo. O nosso Relatório Integrado foi apontado neste ranking da WBSCD como um dos 10 melhores no ano de 2018.

O estudo da Reporting matters está em sua sétima edição e abrangeu 159 empresas líderes de 19 setores e 34 países. A pesquisa deste ano aponta um progresso contínuo dos relatórios e divulgações ambientais, sociais e de governança corporativa (ASG), bem como um movimento contínuo em direção aos relatórios digitais. Os relatórios mencionados este ano, entre eles o nosso, enfocam governança e risco, estratégia e metas, além do papel da tecnologia nos relatórios de sustentabilidade.

É o terceiro ano consecutivo que temos o nosso relatório avaliado como um dos dez melhores publicados, sendo o de 2016, eleito o melhor relatório entre todos os avaliados mundialmente.

O fruto da nossa energia - o destaque de melhor prática do WBCSD para o nosso Relatório Integrado, foi o caso de coprocessamento do caroço do açaí, realizado na fábrica da empresa em Primavera, no Estado do Pará. O uso do caroço do açaí como combustível alternativo para geração de energia no processo de fabricação de imento resulta em uma série de benefícios econômicos e ambientais, como redução de emissões de gases efeito estufa, criação de empregos locais, geração de renda e inclusão de comunidades locais no estado do Pará. Esta história ganhou o nome de "O fruto da nossa energia" foi o tema da nossa capa do Relatório Integrado 2018.

"Neste documento reportamos como gerenciamos durante o ano os temas que integram nossa estratégia de negócio sustentável, que abrange as esferas econômicas, sociais, ambientais e governança. Mostramos nossos principais avanços, impactos e oportunidades, sempre comprometidos com a transparência e a ética na divulgação das informações. O resultado da pesquisa do WBCSD mostra que estamos no caminho certo", afirma o nosso diretor Técnico e de Sustentabilidade Global, Alvaro Lorenz.

2019-11-RI-port.png

0