Uso de drones em fábricas de cimento na Espanha

Desde o ano passado, as fábricas de Córdoba e Niebla vem sendo pioneiras em um projeto que envolve o uso de drones para confirmar o inventário de materiais a granel armazenados ao ar livre. O projeto evoluiu a partir da necessidade básica de encontrar uma solução mais segura para o procedimento regular na qual o técnico teria de subir as pilhas de materiais a granel, a fim de avaliar o inventário. 

O uso de drones também torna possível o acesso de espaços inacessíveis para as pessoas, como áreas próximas a penhascos e clareiras cercadas por árvores. Além disso, as fotografias tiradas pelos drones mostram a aparência real da terra e fornecem dados importantes, tais como elevação do terreno, volume, área, distância, entre outros. 

O voo programado acontece a uma altitude de mais de 100 m ou 328 pés. Pousos e decolagens são controlados por um piloto de drone licenciado e duram apenas alguns minutos. Economia de tempo é certamente outra vantagem; leva apenas oito minutos para cobrir uma área de 10 hectares, ou aproximadamente 25 acres com uma precisão anteriormente inatingível. 

Como próximo passo, testes estão sendo conduzidos para entender a melhor forma de uso de drones durante a exploração mineral na concessão Campiñuela Alta, na fábrica de Córdoba. 

O uso de drones é, portanto, um caminho mais seguro, mais rápido e mais confiável para fazer controle de estoque.

Dron.jpg

0